17 novembro 2008

Escrever em partições NTFS com o NTFS-3g

O suporte a escrita em partições NTFS sempre foi um problema no Linux. Isto era um grande problema para quem mantinha o Windows em dual-boot, pois era possível apenas ler os arquivos da partição.

Mas, felizmente tudo isso é coisa do passado. O NTFS-3g pode ser considerável o primeiro driver de escrita em partições NTFS for Linux realmente utilizável, finalmente oferecendo uma solução simples para o antigo problema.

O primeiro passo é carregar o módulo do Fuse, usando o modprobe. Ele está disponível em qualquer distribuição minimamente atual:

# modprobe fuse

Use o comando abaixo para adicioná-lo no arquivo “/etc/modules” (como root), de forma a garantir que ele vai ser carregado durante o boot:

# echo “fuse” >> /etc/modules

Agora você precisa instalar os pacote “libfuse” (ou “libfuse2″) e “fuse-utils”, necessários para que o ntfs-3g funcione. Uma dica, é que antes de instalar esses pacotes, você mude seu repositório stable para o testing. Porque ele vai baixar esses pacotes mais atuais, que vão ser necessário para instalar o ntfs-3g. Se você não fizer isso, quando você for instalar o ntfs-3g, ele vai reclamar que alguns pacotes foram baixados e instalados na sua máquina são versões inferiores a que ele necessita.

Exemplo: Para trocar o repositório.

é só trocar a palavra stable pela testing.

deb http://ftp.us.debian.org/debian/ stable main contrib non-free

deb http://ftp.us.debian.org/debian/ testing main contrib non-free

Feito isso, agora é atualizar e depois instalar o fuse:

# apt-get update

# apt-get install libfuse2 fuse-utils

Agora faça o download do Ntfs-3g:

http://http.us.debian.org/debian/pool/main/n/ntfs-3g/ntfs-3g_1.1004-1_i386.deb

Depois de baixado, agora vamos instalar;

# dpkg -i ntfs-3g_1.1004-1_i386.deb

Caso apareça alguma mensagem dizendo que não existe o libntfs-3g13, como o meu deu. Você pode instalar com:

# apt-get install libntfs-3g13

Pronto, agora vamos adicionar este comando no seu /etc/fstab:

# /dev/hda1 /mnt/hda1 ntfs-3g silent,locale=pt_BR.iso88591,umask=000 0 0

  • silent -> Para não recebe uma mensagem chata (para cada arquivo copiado) dizendo que não é possível modificar as permissões do arquivo.
  • umask=000 -> Dar permissão de acesso para todos os usuários.
  • locale -> Rode o comando “locale -a” no terminal para verificar qual é a linguagem e conjunto de caracteres usado na sua instalação. Normalmente, ao instalar o sistema em Português do Brasil, será usado o “pt_BR.iso88591″.

Pronto agora é só digitar:

# mount -a

e ir a pasta onde você montou para ver os arquivos do windows.

fonte: Anônimo

 

Postar um comentário