14 outubro 2008

Backup com rsync

Em tempos de espaço em disco muito barato, o backup diretamente no disco rígido de uma outra máquina deixou de ser uma alternativa inviável.

Para isto nada melhor do que o insubstituível rsync (http://http://samba.anu.edu.au/rsync/).

O script é bem simples:

sync.sh

=======

#!/bin/bash

cd /backup

rsync -avzlH -e ssh --exclude '/tmp/*' \

--exclude '/proc/*' \

--exclude '/sys/*' \

--exclude '/dev/*' \

--exclude '/backup/*' \

--delete \

Este script faz o backup de todo o conteúdo do servidor (dados, aplicativos e configurações), em um diretório local chamado /backup.

As opções utilizadas são:

| **-a** | //archive//, o comando rsync é instruido a preservar quase tudo, com exceção dos //hard links// |

| **-H** | preservar os //hard links//. Se usarmos o ``pdumpfs`` para os backups, esta opção deve obrigatoriamente estar ativada, pois o comando ``pdumpfs`` trabalha por meio deste tipo de links |

| **-e ssh** | usar o comando ``ssh`` para estabelecer a comunicação com o computador remoto |

| **--delete** | apagar, do servidor que estiver recebendo os dados, as informações que não mais existirem no servidor remoto |

| **--exclude** | não copiar arquivos cujo nome coincida com o especificado |

Veja que alguns diretórios foram excluídos (/tmp, /proc, /sys, /dev, /backup) do backup. A opção --delete indica que arquivos que foram removidos do servidor original, devem ser também removidos da cópia local de backup.

É importante salientar que este script reflete a posição do dia do servidor remoto. Com este tipo de backup você não conseguirá recuperar a posição de um determinado dia. Uma ótima alternativa para se fazer backup em disco, mantendo a posição de diversos dias ou semanas, é o comando pdumpfs (http://namazu.org/~satoru/pdumpfs/), descrito em uma dica anterior (http://sixsideweb.blogspot.com/2008/10/backup-com-o-utilitrio-pdumpfs.html).

fonte: Rubens Queiroz de Almeida - http://www.dicas-l.com.br

Postar um comentário