17 setembro 2008

Internet - A História da internet

Caro amigos leitores,

Gosto de gastar parte do meu tempo assistindo documentários, seja la qual for. Zapeando pelos canais de tv, me deparei com um documentário da Discovery Channel que estava falando sobre INTERNET.

Começa ai a briga da Microsoft pelo o mundo da internet.

Caso queira entender um pouco melhor sobre o surgimento da internet, leia este post: Internet - Introdução

Assistindo a este vídeo e voltando um pouco mais trás, e analisando os casos do adolescente canadense Mike Rowe (veja Quadro 1 abaixo) ou o caso da Revista Veja (veja o Quadro 2 abaixo), além de outras atitudes desta conceituada empresa, podemos deduzir que, impera mesmo a arrogância, prepotência e monopólio, ou medo da concorrecia? E o porquê de tudo isso.

Quadro 1

O nome acima é de um site que, nas últimas semanas, esteve na mira dos advogados da Microsoft. Hackers? Spammers? Piratas de software? Nada disso: o endereço pertence a um webdesigner de 17 anos que mora na província da Colúmbia Britânica, no Canadá. Seu nome? Mike Rowe.

O problema é que os advogados da Smart & Biggar, firma que assessora judicialmente a empresa de Bill Gates no Canadá, consideraram que o nome do domínio soava muito parecido com... Microsoft. Por isso, enviaram carta explicando que Rowe estava infringindo as leis de copyright e que deveria transferir o domínio para a fabricante do Windows.

<clique aqui e veja o texto por completo>

Sandra Pecis
Terra Informática
Site Terra

Quadro 2

Estamos no meio de uma revolução, na qual a violência é simbólica. Nela, as vítimas são enredadas em sistemas de crenças sem que disso percebam. Como a do fundamentalismo de mercado, que prega a supremacia da liberdade do capital sobre a liberdade humana.

<clique aqui e veja o texto por completo>

Prof. Pedro Antonio Dourado de Rezende
Departamento de Ciência da Computação
Universidade de Brasilia

Video

fonte: Discovery Channel Brasil - www.discoverybrasil.com

Terra Informática - www.terra.com.br

Universidade de Brasilia - http://www.cic.unb.br

Postar um comentário