17 julho 2008

Sistema RAID

RAID (Reduntant Array of Independent Disks - Arranjo Redundante de Discos Independentes) é um sistema de discos rígidos rápidos eraid5array confiável, por meio de discos individuais. O RAID trabalha com dois conceitos. O primeiro conceito é a divisão dos dados (data striping), que tem por objetivo aumentar o desempenho da máquina. Com a utilização do sistema de divisão de dados do RAID, os dados a serem amarzenados são divididos em varios fragmentos e cada fragmento é armazenado em um disco rígido diferente e ao mesmo tempo. O segundo conceito é o espelhamento, que tem como objetivo aumentar a confiabilidade dos dados amarzenados. Por meio do espelhamento, os dados armazenados em um disco rígido são imediatamente copiados para outro disco rígido. Caso o primeiro disco rígido falhe, o segundo entra imediatamente em ação substituindo o disco rígido defeituoso automaticamante.

O RAID pode ser implementado por hardware, na forma de controladores especiais de disco, ou por software, como um módulo do kernel.

Níveis de RAID

As diferentes maneiras de combinar os discos em um só são chamadas de níveis de RAID e são descritas a seguir.

  • RAID Linear

É uma concaternação de discos para formar uma grande partição virtual. Este nível de RAID não oferece redundância, isto significa que se um disco falhar, a partição combinada irá falhar. Não há ganho de desempenho neste nível de RAID.

  • RAID 0 (Zero)

Este nível de RAID é bem semelhante ao RAID-LINEAR, com exceção de os dados serem lidos e escritos em paralelo nos discos, o que aumenta o desempenho de acesso ao disco.

  • RAID 1 (UM)

Este nivel de RAID é o primeiro a possuir redundância. O RAID-1 pode ser usado em dois ou mais discos sem nenhum ou com mais discos sobressalentes (spare-disks). Esse nível de RAID mantém um espelho exato da informaçãode um disco no(s) outro(s) disco(s). Obviamente, os discos devem ser do mesmo tamanho. Se um disco for maior que outro, o dispositivo RAID será do tamanho do menor disco. Se N-1 discos são removidos ou são danificados, todos os dados ainda permaneceram intactos. Se há discos extras e o sistema sobreviveu á falha, a reconstrução do espelho começará imediatamente em um dos discos extras, após o defeito do dispositivo.

  • RAID 4 (Quatro)

Este nivel de RAID não é muito usado. Pode ser utilizado em três ou mais discos . Em vez de espelhar completamente a informação, mantém a informação de paridade em um disco e escreve dados em outros discos como no RAID-0. Em virtude de um disco ser reservado para armazenar informação de paridade, o tamanho do arranjo será (N-1)*S, sendo S o tamanho do menor disco no arranjo. Se um disco falhar, a informação de paridade poderá ser utilizada para reconstruir todos os dados. Se dois discos falharem, todo os dados são perdidos. Se há discos extras e o sistema sobreviveu à falha, a reconstrução do espelho começará imediatamente em um dos discos extras, após o defeito do dispositivo.

  • RAID 5

Este nível de RAID é muito usado, sendo semelhante ao RAID-4, com a exceção a informação de paridade ser distribuidas entre todos os discos do arranjo.

fonte: Linux - Guia do Administrador do Sistema - Rubem E. Ferreia, Novat ec - São Paulo, SP

Postar um comentário