23 julho 2008

Ferramentinha importante para Backup no Linux

Caros amigos,

Estou escrevendo este post e vou falar um pouquinho de uma ferramenta essencial para ter um backup dos dados contidos nos servidores Linux. No mercado hoje, existem varias ferramentas de backups para tal feito. Mas para alivar custos de informatica, as empresas querem que seu administradores adontem ferramentas contidas nos sistemas operacionais.



Esta ferramentinha de que vamos falar é encontrada no sistema Linux e Unix para efetuar as cópias de segurança são os comando TAR. Ela contam com a ajuda de compressores de dados como o compress, gzip e brzip2. Elas suportam cópia de dados em diversas mídias diferentes.

O utilitário FIND também é excelente para filtar arquivos através de datas, dispositivos, grupos, usuários, expressões regulares e muitas outras opções que podem ser usadas de forma combinada.

Para as mídias em fitas magnéticas e cartuchos, o comando MT é a ferramenta para posicionar, escrever, rebobinar, apagar e retensionar estes dispositivos.

O comando DD também pode ser utilizado para fazer cópias de dados de forma eficiente, ler criar imagens de discos e partições.

Os preços competitivos de gravadores de CD-ROM, CD-RW e DVDs também atraem os administradores para realizarem cópias de segurança destes dispositivos. As ferramentas utilizadas neste caso são: MKISOFS, CDRECORD e o CDWRITE.

Comando TAR

Uso:

# tar [ctxurgjzpvfNCMF] [destino] [fonte]

O nome deste comando provém de "Tape-ARchive". Ele lê aquivos e diretórios e salva em fita ou arquivo. Juntamente com os dados, ele salva informações importantes como a última modificação, permissões de acesso e outros. Isso o torna capaz de restaurar o estado original dos dados.

O comando tar recebe dois argumentos. São eles:

  • [fonte] - Se o tar for utilizado para fazer backup, este parâmetro pode ser um arquivo, um dispositivo, um diretório a ser copiado.
  • [destino] - Se o comando for utilizado para backup, esta opção irá especificar o destino para os dados. Pode ser um arquivo traball ou um dispositivo. Se for utilizado para restaurar os arquivos, ele irá especificar um arquivo tarball ou um dispositivo de onde os dados serão extraídos.

As opções frequentes são;

-c Cria um arquivo .tar.

-t Lista o conteúdo de um arquivo. tar.

-X Extrai os arquivos de arquivo .tar.

-U Adiciona mais arquivos ao arquivo .tar somente se estes forem novos ou modificados.

-r Adiciona os arquivos especificados no final do arquivo.tar.

-G Cria um backup incremental.

-j Utiliza o bzip2 para compactar e descompactar os aqruivos .tar.

-z Utiliza o gzip para compactar e descompactar os arquivos .tar.

-p Extrai os arquivos com as mesmas permissões de criação.

-v Lista todos os arquivos processados.

-N data Salva somente os arquivos mais novos que a data especificadas

-C Especifica o local para onde os dados serão extraídos.

-M Habilita múltiplos volumes.

-T Cria pacote .tar a partir de uma lista de arquivos e diretórios.

Exemplos:

Para salvar o diretório /var/lib/mysql em um arquivo /var/backup/mysql.tar.gz

# tar cvzf /var/backup/mysql.tar.gz /var/lib/mysql

Para extrair o mesmo pacote:

# tar xvzf /var/backup/mysql.tar.gz -C /

Para criar um backup do diretório /home/documentos em múltiplos disquetes:

# tar cvMf /dev/fd0 /home/documentos

Para criar um pacote a partir de uma relação de diretórios em um arquivo e com a data superior a 01/05/2004.

# cat listabackup.txt

/etc

/var/lib/mysql

/usr/local/apache/conf

# tar czf backup-010504.tar.gz -N 01/05/2004 -T listabackup.txt

Para salavar o diretório /etc em fita SCSI no dispositivo /dev/st0:

# tar cvzf /dev/st0 /etc

Para listar o conteúdo de uma fita SCSI no dispositivo /dev/st0:

# tar tfz /dev/st0

Para extrair somente o arquivo de password:

# tar xvfz /dev/st0 etc/passwd

DICA - As operações de backup de dados podem ser automatizadas através de scripts shell e programadas no cron. Exigindo somente do administrador a troca de mídias e conferência dos relatórios.

fonte:Livro Certificação LINUX - Uirá Ribeiro, Axcel Books, Bonsucesso - RJ - http://www.axcel.com.br

Postar um comentário